Dia 27 setembro, pelas 19 horas

Açoriano Urbano Bettencourt lança obra com poemas mais representativos da carreira


 

Lusa/AO Online   Cultura e Social   26 de Set de 2019, 17:39

O poeta e escritor açoriano Urbano Bettencourt lança, sexta-feira, um conjunto de poemas reunidos em livro com o título “Com Navalhas e Navios”, que assinalam os seus 50 anos de carreira literária.

Lançado com a chancela da editora Companhia das ilhas, o poeta - natural da ilha do Pico e nascido em 1949 - refere à agência Lusa que o livro “resulta de uma seleção” que efetuou, “ficando de fora os textos que, com o tempo", se apercebeu de que "não têm dimensão suficiente”, num “exercício critico”.

Urbano Bettencourt abdicou nesta seleção de alguns textos em prosa poética que surgiam nos seus primeiros livros e que vão aparecer “num outro contexto”, que contempla textos e curtas narrativas.

O também ensaísta explica que “Com Navalhas e Navios” constitui “um fragmento” de um poema que indiretamente se relaciona com um outro, da autoria de Pedro da Silveira (“Ilha”), sendo através desta publicação “modificado e ampliado”, relacionando-se com as partidas das ilhas para a América, a par das viagens protagonizadas pelos navios.

“As navalhas têm aqui um sentido muito mais agreste, doloroso e cruel”, afirma.

Os Açores mantêm uma forte ligação com os Estados Unidos por via da emigração, estimando-se que existam 1,5 milhões de pessoas de origem açoriana naquele país, sendo uma das tradições, para quem regressava de uma visita a familiares no continente americano, oferecer uma navalha.

Para Urbano Bettencourt, quem adquirir o seu livro e desconhecer a sua obra fica com uma imagem da poesia que produziu em “etapas, temas e modos diferentes”.

O poeta considera que a sua escrita poética resulta de um “discurso próprio que é também consequência de uma determinada reação para o mundo, de um determinado diálogo” com este", por via de um plano real e literário.

Licenciado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Urbano Bettencourt é doutorado em Estudos Portugueses pela Universidade dos Açores, onde lecionou, de 1990 a 2014, as disciplinas de Literatura Portuguesa, Literaturas Africanas de Expressão Portuguesa e Literatura Açoriana, Introdução aos Estudos Literários, entre outras.

Tem dedicado particular atenção às literaturas insulares através de conferências em Cabo Verde, Madeira, Canárias, Brasil e Açores, estando representado em diversas antologias no país, por terras brasileiras, Canadá, Estados Unidos da América, Eslováquia, Hungria e Letónia.

O livro “Com Navalhas e Navios" vai ser apresentado numa livraria de Ponta Delgada pelo poeta Fernando Martinho Guimarães, enquanto José Carlos Jorge e Maria Fátima de Sousa lerão alguns poemas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.