Acordo para redução do défice cada vez mais distante de alcançar

Acordo para redução do défice cada vez mais distante de alcançar

 

Lusa / AO online   Economia   20 de Nov de 2011, 17:13

A possibilidade de alcançar um acordo para reduzir o défice dos Estados Unidos antes da data limite de 23 de novembro está cada vez mais distante, reconheceu hoje um dos representantes do “super comité” do Congresso responsável pelo plano.

“Ninguém quer perder a esperança, mas a realidade está a impor-se à esperança”, assegurou o congressista republicano do Texas Jeb Hensarling, um dos presidentes do comité, em declarações ao canal de televisão Fox News.

Hensarling explicou que o tempo está a esgotar-se, uma vez que o Congresso tinha até hoje para “alcançar um acordo, redigi-lo e entregá-lo ao gabinete do Orçamento do Congresso”, que terá de dar um parecer até ao final de segunda-feira.

O “super comité” conta com 12 membros, seis republicanos e seis democratas, foi nomeado pela Casa Branca e pelo Congresso após o acordo entre os partidos, alcançado em agosto último, que concordaram em aumentar o teto da dívida norte-americana.

O objetivo era o de alcançar um acordo e elaborar um plano de redução do défice de 1,2 biliões de dólares em dez anos, antes de 23 de novembro.

Na ausência de um acordo até à próxima quarta-feira, o Governo de Barack Obama terá de avançar com cortes na defesa e em programas sociais a partir de 2013. O ponto de discórdia entre republicanos e democratas centrou-se na receita tributária e no aumento de impostos.

Os republicanos entendem que um aumento da carga fiscal desincentiva o investimento, enquanto os democratas defendem que o equilíbrio da balança fiscal, quer pelo corte nas despesas, quer pelo aumento dos impostos, é um esforço que deverá ser repartido por todos os cidadãos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.