Acidente

Serviço de Protecção Civil abre inquérito por alegada falha a pedido de socorro


 

Lusa/AO online   Regional   28 de Set de 2011, 15:38

O presidente do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores, Pedro Carvalho, mandou instaurar um inquérito aos Bombeiros Voluntários de Angra do Heroísmo, na Terceira, na sequência de uma alegada falha num pedido de socorro.
“Não recebemos qualquer queixa formal mas, pelo facto de termos sabido informalmente de uma alegada falha num pedido de socorro, decidimos instaurar um inquérito para apurar as circunstâncias”, afirmou Pedro Carvalho em declarações.

Em causa está uma alegada demora na chegada das ambulâncias que foram chamadas, a 24 de Setembro, para socorrer dois homens, de 52 e 53 anos, que terão sofrido ataques cardíacos durante a realização de uma tourada à corda no lugar do Lameirinho, em Angra do Heroísmo.

Os homens, que já chegaram mortos ao Hospital de Angra do Heroísmo, terão sido auxiliados no local por bombeiros que assistiam ao espectáculo

Contactado pela Lusa, José Gaspar, presidente dos Bombeiros Voluntários de Angra do Heroísmo, revelou que, na altura, “todas as capacidades dos bombeiros estavam em operações devido a seis chamadas para serviços de socorro”.

“Nós possuímos apenas três tripulações para o serviço de emergência médica pré-hospitalar e, tendo recebido chamadas de emergência das freguesias de Santa Bárbara, S. Carlos e S. Mateus, mais a assistência a uma prova de rali e outra de motonáutica, as cinco ambulâncias de que dispõe a corporação estavam na estrada”, acrescentou.

Confrontada com os factos, ainda que sem queixas formais, a Protecção Civil pretende esclarecer o caso e, por isso, abriu um inquérito por ordem do seu presidente, decorrendo também outro aberto pela direcção da corporação de bombeiros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.