Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/Ao online   Nacional   29 de Nov de 2007, 05:24

A alegada disponibilidade de Jardim Gonçalves para deixar BCP numa reunião na terça-feira, o afastamento do Benfica da Liga dos Campeões e o ataque à fraude fiscal nas sucatas são temas hoje em destaque na imprensa lisboeta.
O Público faz manchete com o título “Jardim Gonçalves vai discutir saída do BCP na próxima terça-feira”, realçando que a condição colocada é a existência de uma equipa de gestão coesa.

    De acordo com o jornal, Jardim Gonçalves está disponível para deixar a presidência do conselho geral e de supervisão do BCP na reunião do órgão a que preside, que se realiza na terça-feira.

    Na primeira página, o Público destaca também o afastamento do Benfica dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões de futebol ao empatar 1-1 no Estádio da Luz com o AC Milan, restando agora aos encarnados lutar por um lugar na Taça UEFA.

    “PJ lança ataque à fraude fiscal nas sucatas” é o título de destaque do Jornal de Notícias, adiantando que as buscas em todo o país incluíram apreensões feitas em bancos.

    Uma dezena de indivíduos é hoje ouvida em tribunal, salienta ainda o JN.

    O matutino chama também à primeira página a despedida do Benfica da Liga dos Campeões e a derrota do FC Porto em Liverpool por 4-1.

    O FC Porto foi goleado pelo Liverpool mas manteve a liderança do Grupo A, bastando-lhe empatar na última ronda para alcançar os oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

    “Concluídas todas as análises no apartamento dos McCann em Lagos” e “Associação Comercial do Porto quer Governo a avaliar opção Portela+1” são outras chamadas de capa do JN.

    “Portela+1 não vai ser solução para o Governo” é a manchete do Diário de Notícias, realçando que o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) está a ultimar o estudo comparativo da localização do futuro aeroporto de Lisboa.

    Segundo o DN, a análise do LNEC incide exclusivamente entre a Ota e Alcochete.

    O diário avança ainda que o novo estudo custou 200 mil euros à Associação Comercial do Porto.

    “Barroso e Sócrates brindam com China sem direitos humanos” é outro título do DN, referindo que a equipa chefiada por José Sócrates e pelo presidente da Comissão Europeia tentou impor soluções para abertura do mercado chinês aos produtos europeus antes da cimeira UE/China que teve lugar quarta-feira em Pequim.

    O Correio da Manhã noticia “Câmara paga fuga de Felgueiras”, salientando que os cofres municipais pagaram milhares de euros a advogado brasileiro Paulo Ramalho que tratou de todo o processo de evasão de Fátima Felgueiras e evitou extradição da autarca.

    “Benfica: Despedida de luxo na Champions”, “Mourinho admite ser seleccionador de Inglaterra” e “Maddie: PJ e peritos vêem análises de ADN à lupa” são outros assuntos abordados no CM.

    O 24horas revela na sua edição de hoje “Casal holandês suspeito do rapto de Rui Pedro”, salientando que a Polícia Judiciária “está à espera dos resultados de uma investigação nos Países Baixos para esclarecer mistério”.

    O diário faz também chamada de capa sobre o caso Maddie titulando “Ingleses já dizem que têm novas provas no caso Maddie”.

    O Diário Económico titula “Espanhóis reanimam fusão entre BCP e BPI”, escrevendo que o Sabadell e o La Caixa consideram que os dois bancos portugueses ainda podem juntar-se, bastando mudar o rácio de troca e a equipa de gestão.

    “[Vítor] Constâncio afasta nova subida dos juros em 2008” salienta também na capa o DE, referindo que o Governador do Banco de Portugal prevê que as más notícias na frente económica vão permitir manter o nível das taxas.

    O económico destaca ainda uma entrevista ao vereador do Urbanismo na Câmara Municipal de Lisboa, Manuel Salgado, na qual refere: “Há facilidades para corromper no urbanismo”.

    O Jornal de Negócios puxa para a capa “[Alberto João] Jardim soma nova vitória no conflito com o Governo”, realçando que o Tribunal Central Administrativo do Sul deu razão à região Autónoma no recurso que visava manter congeladas transferências orçamentais.

    “CTT lançam primeiro operador móvel virtual” e “Tranquilidade lança ataque ao negócio por telefone” são outras chamadas de capa do JdN.

    A revista Sábado realça na primeira página “A vida misteriosa da mulher mais rica do país”, escrevendo que Maria do Carmo Moniz Galvão vive entre o Estoril, Lausanne, Londres e Miami, tem uma fortuna de 768 milhões de euros e adora conduzir carros desportivos.

    Na capa, a Sábado faz ainda chamada de atenção para a notícia de que “Edite Estrela levou genro e enteada” para Bruxelas, salientando ainda que cinco eurodeputados contratam familiares como assessores.

    A revista Visão puxa para a capa “Grandes viagens de Inverno” e uma reportagem sobre “como se vive no Zimbabué”.

    O empate (1-1) no Benfica-Milan, que ditou o afastamento dos “encarnados” da Liga dos Campeões, ocupa as primeiras páginas dos diários desportivos.

    “Noite à antiga”, titula A Bola, sobre foto de um lance do jogo, em que Rui Costa conduz a bola, referindo que o Benfica esteve “perto do sonho em jogo de grande espectáculo”.

    “Luz fez tremer campeão europeu”, comenta O Jogo, indicando que o grande golo de Maxi Rodriguez só dar “para continuar a sonhar com a Taça UEFA”.

    "Super Maxi agridoce", escreve o Record, comentando que "golão de Pereira e exibição encarnada mereciam mais".

    Sobre a goleada do Liverpool ao FC Porto (4-1), A Bola comenta o “final desastroso” e acrescenta que apesar de tudo os bicampeões portugueses apenas necessitam de mais um ponto.

    “Dragão a 1 ponto da qualificação apesar de atropelado”, escreve O Jogo, enquanto o Record nota que "Dragão encaixa 4 mas só lhe falta 1 ponto".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.