Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   10 de Nov de 2008, 05:19

A vitória do FC Porto sobre o Sporting na Taça de Portugal é hoje destaque na imprensa lisboeta, que ainda noticia a intenção da PSP de retirar protecção ao juiz dos casos ´Furacão´ e ´Portucale´.

"Helton decide" escreve o Jornal de Notícias sobre uma fotografia do guarda-redes do FC Porto, que domingo defendeu o penálti que deu a vitória da equipa.

    O Diário de Notícias também mostra uma fotografia do guarda-redes e diz "FC Porto mais certeiro nos penáltis", tendo ganho, nesta fase do jogo, por 5-4.

    "Helton herói na lotaria dos penáltis" destaca também o Correio da Manhã, enquanto o Público escreve "FC Porto continua na Taça, Sporting volta a cair nos penáltis".

    Além do futebol, o Jornal de Notícias titula em manchete "Rendimento social chega a mais 42 mil" e adianta que o número de beneficiários cresceu, num ano, à média de 3.500 por mês.

    Este diário refere que a Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) está a investigar cinco mortes provocadas por acções policiais.

    "Sócrates não recua apesar do protesto dos professores" e "Portugal só produz 30 por cento dos alimentos que consome" são outros títulos do Jornal de Notícias.

    O Diário de Notícias avança que a "PSP quer tirar protecção ao juiz dos casos ´Furacão´ e ´Portucale´".

    "Comissão da ministra [da Educação] para resolver avaliação nunca funcionou" titula o diário, que também destaca a contratação por Marinho Pinto [bastonário dos Advogados] para boletim da Ordem".

    No Correio da Manhã lê-se que as Finanças estão a investigar 38 mil crimes fiscais, acrescentando que o fisco recebe milhares de denúncias.

    O Público escreve que a União Europeia está a pressionar a Irlanda para que mude e referende a sua Constituição para que possa aprovar o Tratado de Lisboa.

    Noutro título, avança: "Este ano vai haver mais adopções do que nunca".

    "Balsemão [presidente do grupo Impresa] põe o filho a investigar contas da SIC", destaca o 24horas, que ainda evidencia a vitória do FC Porto.

    O Fisco lançou um plano para cobrar dívidas dentro do prazo, refere em manchete o Diário Económico, que ainda noticia a necessidade da CGD, BES, BCP e BPI de 2,3 mil milhões de euros.

    O Jornal de negócios destaca uma entrevista com o secretário de Estado do Tesouro e das Finanças em que Carlos Costa Pina diz que a "nacionalização do BPN é um acto único e irrepetível".

    "Juros baixam mas banca aperta concessão de crédito" realça ainda o jornal.

    O guarda-redes Helton, do FC Porto, está na capa dos matutinos desportivos, com o estatuto de “herói” da eliminação do Sporting na Taça de Portugal, no desempate por grandes penalidades.

    “Helton segura Taça”, anuncia A Bola, sobre foto do guarda-redes brasileiro, de braços levantados para o céu, referindo que “Dragão sorri nos ‘penalties’” e “guarda-redes do FC Porto defendeu os remates de Rochemback e Abel”.

    Ao lado de foto dos festejos dos jogadores portistas, a chamada de atenção para as críticas dos treinadores dos dois clubes ao árbitro Jacinto Paixão: “Começo a acreditar que não é só incompetência” (Paulo Bento) e “Quando não se tem coragem dificilmente se faz carreira” (Jesualdo Ferreira).

    Na capa de O Jogo, uma foto tirada de trás da baliza do FC Porto com os jogadores portistas nos festejos do apuramento é encimada pelo título “Muita Paixão”, indicando que “Helton parou dois penáltis”.

    O jornal refere ainda “3 expulsões e arbitragem debaixo de fogo”, citando declarações de Jesualdo Ferreira (“não vi competência”), Paulo Bento (“o Sporting é demasiado simpático para as arbitragens”), Abel, defesa do Sporting, (“se disser o que penso sou castigado”) e Pedro Emanuel, defesa do FC Porto (“se têm medo de errar não devem entrar em campo”).

    O Record publica a mesma foto de A Bola, mas de lado, mostrando Helton a agradecer aos céus depois de defender a grande penalidade apontada por Abel e que ditou a qualificação do FC Porto.

    “Outra vez os penáltis”, titula o jornal, recordando que em 2005/2006 o FC Porto também eliminou o Sporting na marcação de grandes penalidades, num jogo em que Marco Caneira também foi expulso.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.