Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   25 de Set de 2008, 06:33

As notícias de que os laboratórios vão contratar um ex-polícia ao Instituto da Farmácia e do Medicamento e que o Ministério da Educação aplicou uma lei que ainda não entrou em vigor, constam hoje das capas dos jornais.
"Laboratórios contratam ex-polícia dos remédios" escreve o Correio da Manhã, a propósito da contratação de Rui Ivo, ex-presidente da entidade que regula os medicamentos, pela Apifarma, Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica.

    Este diário destaca também a operação desenvolvida pelo Serviço Estrangeiros e Fronteiras (SEF) na noite de quarta-feira, sob o título "SEF ataca máfia das favelas".

    "[Paulo] Pedroso reclama nova indemnização de 150 mil euros" e "Cheque de cinco mil euros de Santana [Lopes] retido na câmara, são outros títulos da capa do Correio da Manhã.

    O Público diz que o Ministério da Educação sabia que a subida das notas a alunos do 12.º ano era ilegal, esclarecendo os currículos de alguns alunos estrangeiros foram calculados de forma ilegal, à luz de uma proposta de lei que ainda não entrou em vigor.

    "José Mourinho celebrou 100 jogos em casa sem perder" destaca também o jornal, que também noticia que Valentim Loureiro, presidente da Câmara de Gondomar, foi acusado de burla qualificada em negócios relacionados da Quinta do Ambrósio.

    O Público realça igualmente que Santana Lopes está sem imunidade parlamentar e poderá ter de responder "pela prática eventual de um crime de abuso de poder", quando era presidente da Câmara de Lisboa, e, noticia ainda que um medicamento contra hiperactividade [Ritalina] foi desaconselhado a crianças até aos 5 anos.

    "Negócios implicam Valentim e mais dez" lê-se no Jornal de Notícias, que também dá destaque ao debate quinzenal com o primeiro-ministro no Parlamento, onde quarta-feira o governo disse recusar o casamento a pessoas do mesmo sexo.

    O Diário de Notícias escreve em manchete que o "Governo quer Scut pagas já em Janeiro", adiantando que a cobrança passará pelo novo ´chip´ para os automóveis.

    O diário destaca o livro do ex-líder do PSD Marques Mendes, onde este aconselha cautela na escolha de candidatos para as várias eleições que vão decorrer no próximo ano.

    "Vereadora também teve casa da Câmara Municipal de Lisboa" e "Escolas estão a contar faltas justificadas para chumbos" realça ainda o jornal.

    No 24horas, a manchete diz respeito a um homem que diz ter sido "pago para tramar a mãe do menino azul" acusando-a de ter desviado verbas doadas para o tratamento do filho, que sofre de uma doença rara.

    O Diário Económico avança que os custos das novas auto-estradas dispararam mais de 50 por cento e que as comissões no crédito habitação acabam hoje.

    "Renegociar o crédito sem custo arranca hoje" titula o Jornal de Negócios, que também dá destaque para o debate no Parlamento, realçando que o Governo tem feito o que pode a propósito da crise económica.

    A revista Visão aborda os lucros das petrolíferas a propósito do preço dos combustíveis, enquanto a Sábado mostra "O que as mulheres casadas escondem dos maridos".

    O Benfica-Sporting de sábado continua a dominar as atenções dos matutinos desportivos, com a antevisão dos jogadores que podem ou não recuperar de lesões e os que disputam pela primeira vez o maior clássico do futebol português.

    “Sidnei indiscutível - Izmailov duvidoso”, anuncia O Jogo na capa, referindo que o central brasileiro do Benfica vai alinhar pelos “encarnados”, mas que o centrocampista russo do Sporting ainda é uma incógnita, a braços com uma lesão.

    O matutino diz que no Benfica há quatro jogadores para dois lugares (Nuno Gomes, Aimar, Di Maria e Ruben Amorim) e no Sporting o defesa Abel afirma que “não há caso Vukcevic”, referindo-se ao público desentendimento entre o jogador montenegrino e o técnico Paulo Bento.

    O Jogo destaca ainda o centésimo triunfo em casa obtido por José Mourinho, com o título “Mourinho 100”, após a vitória de quarta-feira frente ao Lecce (1-0) e que leva o Inter a comandar o campeonato italiano.

    A Bola dedica a primeira página às “estreias do ‘derby’” e revela que “metade da equipa encarnada nunca esteve no jogo de maior rivalidade em Portugal. Nos leões só Postiga é novidade”.

    O jornal refere que no lado dos “encarnados” jogam pela primeira vez frente ao Sporting Yebda, Reyes, Sidnei, Ruben Amorim e Aimar, além do técnico Quique Flores.

    O matutino desportivo destaca também os “100 jogos de Mourinho sem perder em casa” e a declaração de Rolando, central do FC Porto, pré-convocado para a selecção, de que nos tricampeões portugueses “não há mau ambiente”.

    O Record diz que "Bento ataca recorde", explicando que o técnico do Sporting vai tentar no sábado ganhar ou empatar com o Benfica, o que seria o quarto desafio consecutivo sem perder entre as duas equipas na Luz, uma marca conseguida por Szabo na década de 40.

    "Melhor série do leão foi há 58 anos mas com 3 treinadores", assinala o matutino, que destaca uma declaração do defesa Abel sobre o jogo com o Benfica: "queremos deixá-los a 7 pontos".

    O matutino sublinha ainda "o dilema de Quique", referindo que "Ruben Amorim, Aimar e Nuno Gomes lutam por dois lugares".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.