Promoção da biodiversidade

Refer promove corredor ecológico ao longo da rede ferroviária


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Out de 2007, 17:22

A Refer vai avaliar o potencial da rede ferroviária enquanto factor de ligação de ecossistemas, identificando espécies de vegetação que optimizem as operações de manutenção e promovendo um corredor ecológico ao longo de 3.600 quilómetros.
Uma parceria que a Refer assina quarta-feira com o Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) prevê acções preventivas no desenvolvimento das redes ferroviárias, compensação dos impactes provocados, gestão adequada dos ecossistemas atravessados e promoção da biodiversidade.

O projecto de "continuum ecológico", que visa entre outros aspectos identificar ecossistemas fragmentados e espécies de vegetação espontânea, poderá dar lugar a uma parceria empresarial que fomente a criação de um banco de sementes de espécies autóctones.

Além desta acção, a Refer pretende levar a cabo a recuperação de uma salina no estuário do Sado, uma medida compensatória integrada no projecto da variante de Alcácer do Sal da Linha do Sul, e consolidar o cordão dunar em Espinho, uma medida associada ao rebaixamento da Linha do Norte naquela região.

Com a assinatura deste acordo, a Refer torna-se a 13ª empresa portuguesa a aderir à iniciativa Business & Biodiversity (B&B) que visa promover o envolvimento das empresas na promoção da biodiversidade através da adopção de medidas voluntárias.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.