Açoriano Oriental
Prisão preventiva por queimar o próprio irmão

Um homem de 46 anos, residente na zona das Capelas, foi detido pela suspeita do crime por ofensas à integridade física grave.

Prisão preventiva por queimar o próprio irmão

Autor: Luís Pedro Silva

Segundo os dados recolhidos o suspeito, alegadamente, terá procurado queimar o próprio irmão, quando este se encontrava a dormir.

O caso aconteceu há algumas semanas e já tinha sido aplicada uma medida de coação de afastamento do suspeito com a vítima. Foi recolhida a informação que a medida de coação não estava a ser cumprida e o Ministério Público emitiu mandados de detenção para a realização de um novo interrogatório judicial.

O arguido ficou, agora, a aguardar a realização do julgamento em prisão preventiva.

Entretanto, em Vila Franca do Campo foi detido um homem de 47 anos para cumprir uma pena de prisão de quatro anos e seis meses, pela prática do crime contra a liberdade pessoal.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.