Presidente da República condecora tenor Plácido Domingo e banqueiro Nuno Amado

Presidente da República condecora tenor Plácido Domingo e banqueiro Nuno Amado

 

Lusa/Ao online   Cultura e Social   1 de Set de 2018, 03:15

 O tenor e maestro espanhol Plácido Domingo e o banqueiro Nuno Amado foram condecorados pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi hoje anunciado.

De acordo com informação da Presidência da República, Plácido Domingo, de 77 anos, foi distinguido com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública pelo "papel como presidente da Europa Nostra, particularmente relevante neste Ano Europeu do Património Cultural".

A condecoração é justificada ainda pelo trabalho do maestro na "formação de jovens gerações, de que a Operalia, a decorrer em Portugal, é um magnífico exemplo".

Plácido Domingo está por estes dias em Portugal por causa da Operalia, o concurso internacional de canto lírico que acontece pela primeira vez em Lisboa, no Teatro Nacional de São Carlos.

O espetáculo da final do concurso - na qual está o tenor português Luís Gomes - acontecerá no domingo com a participação da Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida por Plácido Domingo.

O presidente executivo do banco Millenium BCP, Nuno Amado, foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito, pelo "apoio à obra mecenática no domínio da cultura e do património cultural" e pela "intervenção no processo de recuperação daquela instituição bancária".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.