Euromilhões

Portugueses lideram valores de apostas per capita no jogo


 

Lusa/AO online   Nacional   7 de Out de 2007, 14:15

Os portugueses lideram o ranking europeu em valores de apostas per capita no universo de jogadores no Euromilhões, com uma média semanal de aposta de 1,66 euros, disse à Lusa fonte da Santa Casa da Misericórdia.

O Euromilhões, que comemora três anos na segunda-feira, já registou mais de 1.465 milhões de apostas, que se traduziu em mais de 2.930 milhões de euros em receitas.
A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, entidade que gere este jogo em Portugal, já atribuiu desde a fundação do Euromilhões, a 8 de Outubro de 2004, mais de 61 milhões de prémios, distribuídos pelas 12 categorias, o que totaliza mais de 1.300 milhões de euros pagos aos apostadores portugueses.
A média semanal de apostas, no jogo da sorte Euromilhões, tem o valor mais elevado em França que regista 19 milhões de euros, seguido de perto por Portugal com 18 Milhões.
Portugal detém o recorde de vencedores do primeiro prémio do jogo, onde cerca de 20 "excêntricos" já registaram a "sorte grande", com os números correctos, seguido pela França com 18 prémios máximos no Euromilhões, divulga a Santa Casa.
O maior Jackpot de sempre chegou aos 183 milhões de euros, em Fevereiro de 2006, tendo sido repartido por três vencedores, sendo um deles de nacionalidade portuguesa.
O prémio individual mais elevado que o Euromilhões pagou foi de 115 milhões de euros, no sorteio de 29 de Julho de 2005, na Irlanda, com uma aposta de 2 euros apenas, informa o Departamento de Jogos da santa casa.
No ano de 2007 os portugueses já receberam 8 primeiros prémios, em igual número com a França e em metade para Espanha, que arrecadou apenas quatro prémios milionários.
Em Portugal o distrito do Porto é o mais premiado do Euromilhões com o primeiro prémio, tendo conseguido sete combinações correctas dos cinco números e duas estrelas, seguido de Braga com três.
No Porto, nos sete primeiros prémios com os números mágicos da sorte, os montantes distribuídos somam o total de mais de 128,525 milhões de euros, sendo o prémio mais alto no valor de 27,866 milhões o mais baixo de 6,452 milhões de euros.
Os distritos de Lisboa, Faro e Setúbal receberam no total seis primeiros prémios do Euromilhões, repartidos dois por cada distrito respectivamente.
O valor mais elevado pago num primeiro prémio, em Portugal, foi distribuído em Lisboa, com a verba de 61,191 milhões de euros em 2006, seguido de Braga com 43,756 milhões, três meses depois da fundação do jogo europeu.
Setúbal recebeu em 2005 um prémio de 43,020 milhões de euros, tendo sido neste distrito que saiu mais um prémio de 7,5 milhões em Maio de 2006.
No último Jackpot de 130 milhões de euros, no final de Setembro, alusivo ao aniversário do jogo, não houve totalistas com a primeira combinação certa, sendo o valor do prémio distribuído por 14 jogadores, que acertaram no segundo prémio, com cinco números e uma estrela correctos.
Os três números que mais vezes saíram nas bolas da "tômbola da sorte", durante os três anos do Euromilhões, foram o 50, o 1 e o 3 com 29, 28 e 27 vezes respectivamente.
As estrelas que saíram mais vezes, para as chaves vencedoras, foram a 6, a 1 e a 3 com 50, 48 e 47 presenças nas saídas das bolas, que "fazem excêntricos todas as semanas", informa a Santa Casa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.