Açoriano Oriental
Dia Mundial da Alimentação
Obesidade e maus hábitos batem recordes no arquipélago
Enquanto que no todo nacional, a obesidade infantil anda à volta dos 30 por cento, no arquipélago os números disparam para perto dos 40 por cento. E o mais grave é que a taxa de obesidade vai aumentando à medida que se avança na idade.
Obesidade  e maus hábitos batem recordes no arquipélago

Autor: Luísa Couto
Especialistas do Serviço de Endocrinologia e Nutrição dão ainda conta de que quase 60 por cento dos adultos açorianos são obesos, subindo essa percentagem para mais de 80 por cento quando se falam em pessoas com mais de 40 anos.

Alguns desses caso passaram, ontem, pelas Portas da Cidade, em Ponta Delgada, em mais um rastreio à obesidade levado a efeito pela Comissão Regional de Controle e Prevenção da Diabetes nos Açores.

Isabel Sousa, uma das profissionais de saúde envolvidas na referida iniciativa, em declarações à rádio Açores/TSF, reconhece que são os cidadãos com mais de 40 anos “são os que se revelam mais preocupados”, sobretudo no que às doenças cardiovasculares diz respeito, uma vez que as mesmas estão directamente relacionadas com o excesso de peso.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.