“O grande problema do Serviço Regional de Saúde é de fixação de médicos”

“O grande problema do Serviço Regional de Saúde é de fixação de médicos”

 

Paulo Faustino   Regional   4 de Mar de 2019, 09:09

Germano de Sousa é um açoriano natural da Vila de Nordeste que já exerceu as funções de Bastonário da Ordem dos Médicos, afirmando-se atualmente como um grande empreendedor na área das análises clínicas no país. Diz ser necessário criar condições de fixação de profissionais de saúde nas ilhas mais pequenas, ‘onde faltam recursos e, às vezes, falta tudo’

Já foi bastonário da Ordem dos Médicos e desenvolve atividade na área das análises clínicas a nível nacional e regional. Portanto, é um açoriano com uma visão ampla e experiente sobre a saúde. O que vai mal neste setor?


Aquilo que vai mal na saúde em Portugal é o facto dos partidos se terem aproveitado da saúde como arma de arremesso político (...). Para eles todos (da oposição), a saúde está mal, mas depois vai-se ver no relatório europeu, que apareceu recentemente, e o Serviço Nacional de Saúde (SNS) subiu mais um degrau.


Entrevista na íntegra na edição desta segunda-feira, 4 março 2019, jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.