Segurança

Miguel Macedo deseja Boas Festas às forças em missões internacionais


 

Lusa/AO online   Nacional   23 de Dez de 2011, 16:43

O ministro da Administração Interna desejou as Boas Festas aos elementos das forças e serviços de segurança empenhados em missões de paz e gestão civil de crises, realçando a sua “importância estratégica” para a afirmação internacional de Portugal.
Na mensagem, transmitida por videoconferência, aos militares da GNR e elementos da PSP destacados sob a égide das Nações Unidas (ONU) ou da União Europeia em missões de estabilização e capacitação institucional em Timor-Leste, Afeganistão, Guiné-Bissau, Geórgia, Kosovo e Bósnia-Herzegovina, Miguel Macedo recordou que a presença em missões internacionais se reveste de "importância estratégica para a afirmação internacional" de Portugal, em particular numa altura em que o país é membro não-permanente do Conselho de Segurança da ONU.

Na mensagem, o ministro reiterou que a presença deste efectivo resulta do cumprimento dos compromissos internacionalmente assumidos por Portugal em prol da paz e estabilidade do sistema internacional e também da consciência do Governo da "crescente importância" da dimensão externa da segurança interna e da necessidade de se "apostar fortemente" na cooperação policial internacional, como forma de prevenir e reprimir todas as formas de criminalidade.

Dizendo tratar-se de um Natal que se revestirá de "contornos muito especiais para todos os que se encontram distantes das suas famílias", Miguel Macedo salientou igualmente que o Governo reconhece o empenho, o profissionalismo e a dedicação com que estes elementos desempenham as suas funções.

O Ministério da Administração Interna conta actualmente com 205 elementos destacados em missões internacionais, dos quais três estão colocados junto de missões realizadas sob os auspícios da União Europeia (na Bósnia-Herzegovina, no Kosovo e na Geórgia), 187 sob a orientação das Nações Unidas (em Timor Leste e na Guiné-Bissau) e 15 sob a égide da NATO/Eurogendfor (no Afeganistão).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.