Governo sem informação de portugueses envolvidos no ataque em Nairobi


 

Lusa/AO Online   Nacional   23 de Set de 2013, 08:43

O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, disse esta segunda-feira à Lusa que não tem conhecimento de portugueses envolvidos no ataque, que começou no fim de semana passado, a um centro comercial de Nairobi, capital do Quénia.

 

“Até ontem [domingo] à noite não havia informação [de haver portugueses envolvidos]”, afirmou hoje José Cesário, em declarações à agência Lusa, acrescentando que o Governo analisa a possibilidade de emitir um aviso aos viajantes para o Quénia.

O secretário de Estado explicou que a ‘ponte’ com Nairobi é feita através do cônsul de Maputo, Moçambique, já que Portugal não tem representação consular no Quénia.

No sábado, foi lançado um ataque a um centro comercial em Nairobi, que provocou, segundo o mais recente balanço, 68 mortos e cerca de 200 feridos, a somar a um número indeterminado de reféns.

O assalto foi reivindicado pelos rebeldes islamitas 'shebab' somalis, aliados da Al-Qaida.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.