Açoriano Oriental
Frederico Morais cai na terceira ronda do Pipeline Pro de surf no Havai

O surfista português Frederico Morais foi eliminado na terceira fase do Lexus Pipeline Pro, no Havai, primeira prova do circuito principal da Liga Mundial de Surf (WSL), no seu regresso à competição entre a elite.

Frederico Morais cai na terceira ronda do Pipeline Pro de surf no Havai

Autor: Lusa/AO Online

Na sétima bateria dos 16 avos de final, 'Kikas' fez 7,00 pontos (em 20 possíveis) nas duas melhores ondas (6,67 e 0,33), ficando atrás do havaiano Barron Mamiya, que marcou 14,16 (7,33 e 6,83).

Frederico Morais já disputou o Championship Tour (CT) em 2017, 2018, 2021 e 2022, e requalificou-se no ano passado pela terceira vez para a 'nata' internacional.

O período de espera da prova de Pipeline, no Havai, Estados Unidos (EUA), decorre até 10 de fevereiro.

Este é o primeiro de um total de nove eventos, um deles em Portugal (entre 06 e 16 de março, na Praia de Supertubos, em Peniche), mais o dia das finais (em Trestles, também nos Estados Unidos), em setembro, que encerra a temporada e define o campeão do mundo.

Mas o ‘corte’ do meio da temporada, de 36 para 24 surfistas no circuito masculino e de 18 para 12 no feminino, chega logo em abril, ao fim de cinco eventos: dois no Havai, dois na Austrália e um em Portugal.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados