Explosão em mina de carvão na China mata 40 trabalhadores

Explosão em mina de carvão na China mata 40 trabalhadores

 

Lusa/AO online   Internacional   6 de Dez de 2007, 10:09

Pelo menos quarenta mineiros morreram e outros 74 estão ainda presos no interior de uma mina de carvão no norte da China, informou hoje a agência noticiosa oficial chinesa Nova China.
     A explosão ocorreu numa mina na cidade de Linfen, província de Shanxi, o centro de produção de carvão da China.

    A mina, que começou a ser explorada em 1988, recebeu obras de melhoramento e ampliação no ano 2000 e tem uma capacidade de produção de 210 mil toneladas de carvão, segundo a Nova China.

    O canal de televisão estatal CCTV confirma para já a morte de 40 mineiros, o salvamento de 13, com 74 ainda soterrados no interior da mina.

    As minas chinesas são as mais mortíferas do Mundo e só nos primeiros sete meses do ano, segundo dados oficiais, morreram nas explorações de carvão duas mil pessoas, com a média anual a chegar aos cinco mil mortos.

    Só em 2006 morreram 4.700 mineiros em acidentes de trabalho, segundo dados oficiais, mas as organizações independentes dos direitos laborais calculam que o número de mortes nas minas chinesas ronda os 20 mil por ano, uma vez que muitos acidentes nunca são conhecidos do público.

    O carvão assegura cerca de 73 por cento do consumo energético da China.

   

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.