Síria

Explosão de autocarro na Síria não foi "acto terrorista"


 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Dez de 2009, 18:00

O ministro do Interior sírio afirmou esta quinta-feira que a explosão de um autocarro, que transportava peregrinos iranianos, não foi «um acto terrorista».


«O autocarro iraniano entrou (na estação de serviço, nos arredores de Damasco) para encher um dos pneus, o pneu explodiu, o que causou a morte de três pessoas», explicou Said Sammur no local do acidente.

«Depois da investigação, não encontrámos explosivos ou sinais de acto terrorista”, adiantou.

Segundo os «media» estrangeiros, o autocarro, proveniente do Irão, estava vazio no momento da explosão, que ocorreu perto de um local de peregrinação para os xiitas.

Os «media» referiram que pelo menos cinco pessoas morreram devido à explosão.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.