"É um enorme orgulho representar a selecção nacional"

"É um enorme orgulho representar a selecção nacional"

 

Susete Rodrigues   Futebol   8 de Out de 2008, 12:12

André Pinto foi chamado aos Sub-21 por Rui Caçador. Para o defesa foi uma boa notícia que antecedeu uma excelente prenda de anos no passado domingo, que foi a vitória do Santa Clara, que os coloca na frente da Liga Vitalis
Com 19 anos feitos no passado domingo, André Pinto não podia ter recebido uma prenda melhor do que a vitória do Santa Clara e a consequente liderança na Liga Vitalis.
“Foi a prenda de anos desejada, uma vitória que foi importante”, disse.
A 3 de Outubro, André Pinto recebeu uma prenda antecipada, ou seja, a sua chamada à selecção nacional de Sub-21. Esta foi a primeira vez que o defesa foi convocado por Rui Caçador para os Sub-21.
Segundo André Pinto, é com enorme orgulho que vai representar Portugal.
“Esta chamada aos Sub-21 é um enorme orgulho, fico bastante feliz”, afirmou o jovem, para frisar que todo o jogador trabalha para um dia representar o seu país.
No que diz respeito ao facto do Santa Clara estar na liderança da Liga Vitalis, André Pinto diz ser a posição que “tendo em conta aquilo que fizemos, merecemos. Acima de tudo penso que é justo e espero que continue assim. O nosso objectivo é pensar jogo a jogo e no fim faremos as contas”.
O jovem não esconde que o seu objectivo é regressar ao FC Porto, mas agora “estou aqui a ajudar o Santa Clara”, onde tem sido titular, e perante isso o atleta salienta que “as pessoas apostaram em mim e não olharam à minha idade e só tenho que agradecer aos treinadores, que não hesitaram em me trazer para cá e encaro com naturalidade a titularidade e espero que as coisas continuem a correr bem”.
Vindo de uma equipa habituada a vencer, o defesa espera também que o Santa Clara continue nesta linha de vitórias.
 “A equipa de onde vim está mais do que habituada a ganhar e espero que o Santa Clara possa seguir este rumo que para já está a conseguir”, reforça o jogador, afirmando-se como pessoa positiva.
“Sou um jogador que pensa sempre que as coisas vão correr bem, quer a mim quer à equipa. Não convém estar a fazer muita futurologia”.

“Vamos continuar a trabalhar”
Nuno Santos somou o segundo golo à sua conta pessoal nesta temporada  no passado domingo.
Satisfeito por ter ajudado o Santa Clara a conquistar mais uma vitória, o avançado refere que “todo o jogador que joga na frente gosta de marcar e acho que foi uma vitória importante”.
No início da época, segundo o jogador encarnado,  “cheguei a dizer que o meu objectivo era fazer oito golos. Penso que estou no bom caminho”.
Como tal, todo o grupo de trabalho vai “continuar a trabalhar e pensar em ganhar jogo a jogo porque acho que é assim que podemos conseguir outros objectivos”, disse NunoSantos.
Ainda sem saber se joga para a Taça de Portugal, ou não, o Santa Clara prepara-se para o confronto com o Gil Vicente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.