"Desorganização na marcação de consultas e deslocações de doentes em Santa Maria"

"Desorganização na marcação de consultas e deslocações de doentes em Santa Maria"

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   19 de Fev de 2019, 15:40

A deputada do PSD/Açores, Elisa Sousa, questionou o Governo Regional sobre a “desorganização” na marcação de consultas e deslocações de doentes da ilha de Santa Maria ao Hospital de Ponta Delgada, alegando que tal causa constrangimentos na vida pessoal e profissional dos utentes.

Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, Elisa Sousa salientou que “há casos em que os utentes se deslocam à ilha de São Miguel para ter uma única consulta, tendo de passar três dias na ilha vizinha, pois a marcação da consulta não tem em consideração os horários dos voos de e para São Miguel”, disse citada em comunicado.

“Há casos de consultas marcadas [pelo Hospital de Ponta Delgada] em dias diferentes, e muitas vezes em semanas seguidas, fazendo com que os utentes tenham de deixar as suas casas, as suas famílias e os seus postos de trabalho para se deslocarem à ilha de São Miguel”,referiu para acrescentar que existem casos de utentes que “têm de ligar inúmeras vezes para a Unidade de Saúde da Ilha de Santa Maria para saberem quando estão marcadas as suas consultas e respetivas passagens”.

Elisa Sousa alertou ainda para as situações em que os acompanhantes dos doentes “viram a sua deslocação condicionada por falta de lugares na SATA”.

Para a parlamentar do PSD/Açores, “com uma melhor coordenação e organização por parte dos serviços da Secretaria Regional da Saúde, os habitantes da Ilha de Santa Maria poderiam ver diminuídos os seus constrangimentos”.

No requerimento, a deputada social-democrata questionou a Secretaria Regional da Saúde no sentido de saber se “é possível articular as marcações entre a Unidade de Saúde de Ilha de Santa Maria e o Hospital de Ponta Delgada, priorizando os horários dos voos de e para a ilha de Santa Maria”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.