Comércio

China é mercado prioritário para diversificar exportações


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Out de 2009, 18:03

A AICEP aposta na China como mercado prioritário para diversificar as exportações nacionais, a par de Angola e Brasil, e em Macau como ponte estratégica para as marcas portuguesas chegarem ao gigante asiático, defendeu o administrador, Luís Florindo.
Luís Florindo, que marcou presença na Feira Internacional de Macau, salientou em declarações à Agência Lusa que os mais de mil milhões de euros de investimento nacional em Macau são sinal de que ”continua a existir compromisso com a região e a crença nas oportunidades e no potencial que existem para crescer”, dez anos após a transição do exercício de soberania.

“Do lado das autoridades regionais continua a ser cumprido o espírito daquilo que foi o acordo da transferência e, do lado português, não podemos deixar de aproveitar a vantagem que temos da presença portuguesa em Macau, entre quadros qualificados e empresas”, salientou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.