Carlos César não espera candidaturas alternativas a Vasco Cordeiro

Carlos César não espera candidaturas alternativas a Vasco Cordeiro

 

LUSA/AOnline   Regional   18 de Nov de 2012, 07:01

O presidente do PS/Açores, Carlos César, afirmou não esperar o aparecimento de qualquer candidatura alternativa à de Vasco Cordeiro nas eleições para a sua substituição na liderança dos socialistas açorianos, considerando o novo chefe do Governo Regional "um vencedor".

Em declarações à agência Lusa à entrada para uma reunião, em Ponta Delgada,
da Comissão Regional do PS, a última em que participa na qualidade de presidente
dos socialistas insulares, Carlos César acrescentou que Vasco Cordeiro “é
tratado entusiasticamente no partido como um vencedor”.

“Estamos muito felizes pelo que ele foi capaz de fazer ao longo da campanha
eleitoral [das regionais de outubro] e pelo sentido de inovação que está a
transmitir à governação e aos novos recursos humanos empregues na administração
regional”, garantiu.

A reunião do órgão máximo do PS/Açores entre congressos vai decidir sobre a
data da eleição do novo presidente do partido nas ilhas e convocar a realização
do próximo congresso regional, que deverá ocorrer até final de janeiro.

Segundo Carlos César, o processo de renovação iniciado na organização dos
socialistas açorianos revela uma adaptação que “tem permitido ao PS continuar a
ser o partido maioritário na confiança que sucessivamente os açorianos nele têm
depositado”.

“O que estamos a fazer prova o que disse ao longo dos últimos anos: se o
partido não se mudar a si próprio mudam-nos”, acrescentou.

Sobre o seu futuro depois de substituído na liderança dos socialistas
açorianos, Carlos César garantiu que vai continuar a ser “um militante político,
um militante cívico”, empenhando-se “a ajudar o PS e em especial o novo líder do
PS/Açores”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.