Ambiente

Brigadas nocturnas já salvaram 39 cagarros

Brigadas nocturnas já salvaram 39 cagarros

 

Rui Jorge Cabral   Regional   23 de Out de 2009, 16:28

As brigadas nocturnas de voluntários organizadas por várias instituições para salvamento de cagarros, conseguiram salvar 39 destas aves marinhas, cujo canto é um das imagens de marca das noites do arquipélago, nos primeiros cinco dias de actividade.
A actividade das brigadas de voluntários começou segunda-feira e já foram salvos 39 cagarros e recolhidas duas aves mortas, o que traduz uma significativa melhoria relativamente ao ano passado, quando, no mesmo período, tinham sido salvos 10 cagarros e recolhidas sete aves mortas.

As brigadas, que vão decorrer até 7 de Novembro, estão a trabalhar em várias zonas consideradas críticas nas ilhas de São Miguel e Santa Maria.

O cagarro é a ave marinha mais abundante nos Açores, onde regressa todos os anos em Março para acasalar e nidificar.

A maior concentração mundial de cagarros ocorre nos Açores, mas a espécie encontra-se em regressão devido à sua vulnerabilidade a predadores terrestres e à actividade humana.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.