Brent sobe 4,42 dólares, até aos 99,61

Brent sobe 4,42 dólares, até aos 99,61

 

Lusa/AO online   Economia   19 de Set de 2008, 21:41

O barril de crude Brent, de referência na Europa e em Portugal, subiu hoje mais de quatro dólares no mercado de futuros de Londres, depois de os Estados Unidos anunciarem um plano para ajudar os mercados financeiros
Assim, o barril de Brent para entrega em Novembro encerrou a 99,61 dólares no International Exchange Futures (ICE), 4,42 dólares mais do que no fecho anterior.
O petróleo do Mar do Norte, que chegou a pagar-se a 100,5 dólares, encareceu depois de se ter cotado esta semana vários dias em baixa, devido ao receio de a crise económica ter afectado a procura.
Assim, o Brent acabou a semana em alta depois do anúncio da administração Bush de um plano para salvar bancos afectados pelos activos "tóxicos" que desencadearam a crise financeira.
O secretário do Tesouro de Estados Unidos, Henry Paulson, disse que o Governo gastará "centenas de milhar de milhões de dólares" numa intervenção em grande escala nos mercados para responder à crise financeira.
Por seu lado, o presidente norte-americano, George W. Bush, afirmou hoje que a intervenção pública nos mercados "não só esta justificada como é essencial" para evitar um dano maior na economia.
O Brent registou em Julho um recorde ao cotar-se a 147 dólares o barril mas, recentemente, o seu preço sofreu uma forte queda com a redução da procura nos Estados Unidos e noutros grandes países consumidores devido ao alto custo dos combustíveis e à crise do crédito.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.