Aviação

Boeing vai usar instalações da NASA para produzir naves espaciais


 

Lusa/AO online   Internacional   31 de Out de 2011, 17:44

O fabricante aeronáutico norte-americano Boeing vai usar as instalações da NASA, na Florida, para produzir novas aeronaves espaciais comerciais de transporte de passageiros, segundo um acordo divulgado pelas duas empresas.
O acordo vai permitir à Boeing a utilização dos hangares da agência espacial americana e o Centro Kennedy, na Florida, e criar 550 postos de trabalho durante os próximos quatro anos, adiantou a NASA em comunicado.

O objectivo do programa de transporte comercial da NASA é desenvolver novos veículos aeronáuticos para levar passageiros de e para a Estação Espacial Internacional (EEI) de uma forma "segura, fiável e rentável".

A partir de hoje, a Boeing vai desenvolver uma cápsula reutilizável para transportar para o espaço até ao máximo de sete pessoas ou uma combinação de pessoas e carga.

"Não devemos abrandar a busca de uma nova geração de exploração espacial", disse, em comunicado, Charles Boden, director da agência espacial americana.

Em Abril, a NASA anunciou acordos com quatro empresas que receberam entre 22 e 92 milhões de dólares (entre 15 e 65 milhões de euros) para desenvolver o transporte espacial, desenhar novos veículos de lançamento e novas naves espaciais.

As seleccionadas foram a Boeing, que receberá 92,3 milhões de dólares, a Sierra Nevada Corporation, com 80 milhões, a SpaceX, com 75 milhões e a Blue Origin, com 22 milhões.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.