Bispos procuram respostas para a crise

Bispos procuram  respostas para a crise

 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Nov de 2011, 06:32

Os bispos católicos portugueses reúnem-se a partir de hoje em Fátima, durante quatro dias, para discutir novas respostas para uma realidade marcada pela crise.

"Para tempos novos, novas soluções. É o que se procura", sublinhou à agência Lusa o padre Manuel Morujão, porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), expressando a sua convicção de que do encontro, que dura até quinta-feira, se espera, mais do que "fórmulas estafadas", "determinação e realismo" na procura do que "a Igreja deve ser no mundo em que vive".

Duas notas pastorais vão estar sobre a mesa durante a 178.ª reunião da Assembleia Plenária da CEP: uma intitulada "Crise, discernimento e compromisso", outra de "Mensagem aos jovens portugueses".

A intervenção do presidente da CEP, cardeal-patriarca de Lisboa, José Policarpo, abre hoje os trabalhos, às 16:00.

Durante a reunião, prevê-se a aprovação da redução do número de comissões episcopais - passando a ser sete em vez das nove atuais -, a mudança de formato e das próprias designações, na tentativa de as agilizar e tornar mais eficazes.

As alterações somar-se-ão às decorrentes do ato eleitoral que irá indicar os próximos presidentes das comissões episcopais.

Durante o encontro serão ainda eleitos os bispos delegados ao ‘Sínodo sobre a Nova Evangelização para a transmissão da fé cristã’, convocado por Bento XVI para outubro do próximo ano, no Vaticano.

A CEP representa a Igreja Católica em Portugal e é composta pelos bispos diocesanos, incluindo o das Forças Armadas e de Segurança, os bispos coadjutores e auxiliares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.