Açoriano Oriental
Comunidades
Bermudas vão ter escritório consular
O Governo português vai abrir um escritório consular nas Bermudas, ilhas onde não há uma representação consular há nove anos, anunciou esta sexta-feira a directora Regional das Comunidades dos Açores, Maria da Graça Castanho.
article.title

Foto: Eduardo Costa
Autor: Lusa/AO online
“Vai ser aberto um escritório consular, que vai contar com dois funcionários”, disse Maria Graça Castanho no final de uma reunião com o secretário de Estado das Comunidades, António Braga.

Apesar de considerar que esta "não é a situação ideal”, a responsável admitiu que “é um passo em frente porque desde 2001 a situação é bastante precária e a ausência dos serviços consulares tem trazido imensos problemas”.

Maria Graça Castanho sublinhou que os cerca de 10 mil açorianos nas Bermudas são a segunda maior comunidade, depois dos originários das ilhas.

Questionada sobre os açorianos deportados dos Estados Unidos, a directora Regional das Comunidades dos Açores disse que a situação “é complicada” porque são deportadas pessoas em situação regular que cometerem dois delitos menores.

“Estamos a falar de pessoas com autorização de residência, alguns com empresas, contribuintes de muitos anos, com família e casa. Muitos foram para lá com dias de vida”, afirmou.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.