Comunidades

Bermudas vão ter escritório consular

Bermudas vão ter escritório consular

 

Lusa/AO online   Regional   17 de Dez de 2010, 16:59

O Governo português vai abrir um escritório consular nas Bermudas, ilhas onde não há uma representação consular há nove anos, anunciou esta sexta-feira a directora Regional das Comunidades dos Açores, Maria da Graça Castanho.
“Vai ser aberto um escritório consular, que vai contar com dois funcionários”, disse Maria Graça Castanho no final de uma reunião com o secretário de Estado das Comunidades, António Braga.

Apesar de considerar que esta "não é a situação ideal”, a responsável admitiu que “é um passo em frente porque desde 2001 a situação é bastante precária e a ausência dos serviços consulares tem trazido imensos problemas”.

Maria Graça Castanho sublinhou que os cerca de 10 mil açorianos nas Bermudas são a segunda maior comunidade, depois dos originários das ilhas.

Questionada sobre os açorianos deportados dos Estados Unidos, a directora Regional das Comunidades dos Açores disse que a situação “é complicada” porque são deportadas pessoas em situação regular que cometerem dois delitos menores.

“Estamos a falar de pessoas com autorização de residência, alguns com empresas, contribuintes de muitos anos, com família e casa. Muitos foram para lá com dias de vida”, afirmou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.