Autoridades retiram 45 mil residentes de cidade alemã para desativar bomba da II Guerra Mundial


 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Dez de 2011, 12:43

Cerca de 45 mil residentes da cidade alemã de Koblenz terão de sair das suas casa no domingo para que as autoridades tentem desativar uma bomba encontrada no Rio Reno, datada da Segunda Guerra Mundial, foi hoje anunciado.

De acordo com as autoridades, citadas pela agência noticiosa Associated Press, a bomba de origem britânica com 1,8 toneladas será desativada no domingo, obrigando todos os residentes num raio de dois quilómetros do local onde foi encontrado o dispositivo a saírem das suas casas por um dia.

Os responsáveis indicaram ainda que a operação obrigará ainda à retirada das pessoas de dois hospitais, dois lares de idosos e uma prisão, e à interrupção do trânsito rodoviário e ferroviário na zona, que fica a 130 quilómetros de Frankfurt.

A bomba britânica foi encontrada na semana passada, juntamente com outra de 125 quilos deixada pelas forças norte-americanas durante a Segunda Guerra Mundial, que foram descobertas apenas porque o nível das águas do Reno desceu devido à ausência de chuva.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.