Autarquia da Praia quer criar um cluster económico do mar

Autarquia da Praia quer criar um cluster económico do mar

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   13 de Nov de 2018, 08:39

O vereador da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tiago Ormonde desafiou, empresas e autoridades a “olharem para todo o potencial da baía” da cidade, no sentido de se começarem a dar os primeiros passos “na criação de um cluster económico do mar”, pro forma a promover um novo crescimento económico da Praia da Vitória.

Na sessão de entrega de prémios do Azores Windsurf Foil Open Challenge, prova internacional que durante quatro dias trouxe até à baía da cidade 24 atletas de todo o mundo e que foi ganha pelo alemão Sebastian Koerdel, o vereador aproveitou a presença de várias empresas e entidades para lançar este desafio.


“Estão aqui muitas entidades, desde o Clube Naval da Praia da Vitória, várias empresas marítimo-turísticas e de animação turística, a Capitania do Porto da Praia, o próprio Governo Regional, através da Direção Regional do Turismo, pelo que entendo ser a altura certa para lançar um desafio que, naturalmente, começa pela Câmara Municipal, mas que terá que envolver outras entidades, no sentido de começarmos a pensar na criação de um cluster económico à volta do nosso mar”, disse, citado em nota de imprensa.


Tiago Ormonde referiu ainda que “temos que aproveitar todas as potencialidades, servimo-nos da nossa baía, fazendo disparar o desenvolvimento e o crescimento económico do concelho. Temos que começar a pensar em valorizar a nossa baía e tudo o que ela nos pode dar, como os desportos náuticos, a marina (que tem espaço para poder crescer), o projeto interessante que existe para a construção de um cais de cruzeiros, entre muitas outras potencialidades”.


Foi ainda dada a garantia ao Clube Naval da Praia da Vitória, de que “pode continuar a contar com o município para tudo e para a organização de eventos desta natureza e dimensão mundial”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.