Açores vão estrear-se a receber travessia de "stand up paddle" em julho


 

Lusa/AO online   Regional   24 de Mar de 2014, 17:44

Os Açores vão acolher pela primeira vez uma prova de travessia "stand up paddle", a 12 de julho, em águas abertas, entre as ilhas São Jorge e Pico, anunciou a organização.

Em declarações à Lusa, João Marques, promotor local da competição de “stand up paddle”, ou seja, surf auxiliado com remo, explicou que os 19 quilómetros de prova que vão ligar os concelhos de Velas e São Roque do Pico tornam-na "única".

"É um evento único porque há uma prova de águas abertas bastante conhecida, no Havai, mas, mesmo a nível internacional, esta prova vai posicionar-se como uma das melhores a nível do Mundo", disse.

A "São Jorge 2 Pico - SUP Channel Crossing", já inscrita na Federação Portuguesa de Surf com um 'prize money' de 2.500 euros, é uma prova da International Organization Stand Up Paddle (IOSUP), que a classificou com três estrelas.

"Mal contactámos a IOPSU para calendarizar e reconhecer a prova, atribuíram-lhe logo três estrelas, o que é muito bom, quando a nota máxima, como na mais conhecida prova havaiana, tem sete estrelas e muitas das provas no continente europeu e americano apenas têm duas estrelas", salientou João Marques.

O organizador explicou tratar-se de uma modalidade que, embora sem campeonato oficial organizado e "a dar os primeiros passos" no país, "está a ser bastante divulgada", sobretudo no continente americano e em alguns países europeus, juntando desporto e lazer.

"É um desporto supercompleto, trabalha músculos e, depois, no fundo, ajuda-nos a aliviar o 'stress'", contou, explicando que a prova de 'stand up paddle' (SUP), de tradução "remar em pé", usa equipamentos similares ao do 'surf', em que os praticantes recorrem a pranchas mais estreitas, mas maiores, que podem atingir os quatro metros de comprimento e pagaias ajudar na remada no mar.

O organizador da prova açoriana recordou que a última prova de SUP em águas abertas, em 2013 no Havai, juntou 186 participantes, antevendo uma "boa adesão" à competição açoriana devido à "posição geográfica estratégica" do arquipélago.

"Os Açores, devido à sua posição geográfica, são estratégicos e vão cativar certamente muitos participantes a nível internacional espalhados pelos quatro cantos do mundo", disse.

As inscrições para o "São Jorge 2 Pico- SUP Channel Crossing" vão abrir em abril, contando a prova com a coorganização da Titan e com o apoio das autarquias e clubes navais de Velas e São Roque do Pico, do Turismo dos Açores e da Marinha Portuguesa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.