Açores terão em 2020 projeto piloto para recolha seletiva de resíduos orgânicos

Açores terão em 2020 projeto piloto para recolha seletiva de resíduos orgânicos

 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Set de 2019, 08:38

Os Açores vão avançar, em 2020, com um projeto piloto para a recolha seletiva de resíduos orgânicos, avançou hoje a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, que admitiu apoiar os municípios que queiram aderir.

Marta Guerreiro adiantou, citada em nota de imprensa do executivo açoriano, que “ainda este ano” será concluído “um processo de aquisição de 750 contentores de 800 litros destinados à deposição de resíduos urbanos biodegradáveis”, que serão “entregues aos municípios que venham a aderir ao projeto piloto, para serem colocados junto dos ecopontos das recolhas seletivas”.

O projeto será financiado pelo FEDER, no âmbito do PO 2020, e foi submetido, junto da Comissão Europeia, um projeto LIFE, o Better COMPOST, que, se for aprovado, “permitirá, a partir de setembro de 2020, alargar o âmbito de atuação, uma vez que o projeto prevê um investimento de dois milhões de euros”, afirmou a governante, que esteve reunida esta manhã com os municípios da região na cidade da Horta, na ilha do Faial.

Serão, ainda, realizadas campanhas de sensibilização para a separação de resíduos orgânicos junto das populações.

A titular da pasta do Ambiente apelou para que os municípios adiram à iniciativa já em 2020, lembrando que as alterações à Diretiva de Resíduos obrigam a que a recolha seletiva de resíduos orgânicos seja implementada até 2023.

No encontro em que a governante e os municípios discutiram as questões da gestão de resíduos e dos perímetros de proteção às captações de água de abastecimento público, Marta Guerreiro sublinhou a importância do cumprimento das normas para captações de águas superficiais e subterrâneas e destacou as competências destas entidades em “captar, vedar e sinalizar a área afeta à zona de proteção imediata e mantê-la limpa”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.