Clima

Verdadeira crise do sec XXI é a das alterações climáticas

Verdadeira crise do sec XXI é a das alterações climáticas

 

Lusa/AO online   Internacional   7 de Dez de 2011, 20:21

O chefe da delegação do Parlamento Europeu na conferência da ONU sobre alterações climáticas, a decorrer em Durban, defendeu que a verdadeira crise do século XXI não é a financeira, mas sim a que respeita ao aquecimento global.
"Não há dúvida de que a crise financeira vai passar, mas a crise climática ainda está para vir", disse Jo Leinen, numa conferência de imprensa em que a União Europeia (UE) voltou a pedir que se atinja em 2015 um acordo global vinculativo para combater as alterações climáticas.

O responsável recordou que na sexta-feira se realiza em Bruxelas uma cimeira para tratar da crise financeira e expressou o desejo de que a conferência de Durban seja merecedora da mesma atenção mediática.

"Todos sabemos que no ano passado houve cerca de 5% mais emissões do que em 2009 e que não há perspectivas de que isso mude este ano ou no próximo", salientou Jo Leinen, insistindo na urgência da adopção de medidas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.