Teatro Micaelense teve lucro de dez mil euros em 2018

Teatro Micaelense teve lucro de dez mil euros em 2018

 

Lusa/AO Online   Regional   30 de Abr de 2019, 09:35

O Teatro Micaelense, na ilha de São Miguel, informou que teve lucros de dez mil euros em 2018, uma inversão da tendência dos últimos anos, conseguida graças à "redução dos gastos" e ao "aumento dos rendimentos".

Em nota à imprensa, a unidade cultural assinala que, no ano passado, houve um aumento da receita de bilheteira de 14,86%, "o melhor resultado dos últimos oito anos", que o teatro diz resultar de uma "programação diversificada e abrangente" que gerou uma subida de 3% no número de espetadores.

Enquanto centro de congressos, houve um decréscimo não referido no número de frequentadores e na receita a quebra foi de 8,49%.

"Apesar do registo de eventos de grande dimensão e complexidade, registou-se uma redução no número de alugueres, cuja quebra foi compensada com a redução de gastos com produção (7,34%). O total do número de frequentadores do Teatro Micaelense (Centro Cultural e de Congressos) cifrou-se na ordem dos 30 mil", prossegue a unidade, situada no centro de Ponta Delgada, maior cidade açoriana.

A dívida financeira do Teatro Micaelense reduziu-se em 2018 em 132 mil euros e o passivo foi abatido em 152 mil euros, diz ainda a nota enviada à imprensa.

"Estes resultados dão boa nota do reajustamento que o Teatro Micaelense tem vindo a realizar nos últimos anos, na sua estrutura e atividade, pautando a sua ação por uma gestão criteriosa e pela otimização de recursos, por intermédio de uma aposta consolidada com a sua rede de parceiros privados e pelo estreitamento do trabalho em parceria com a comunidade criativa regional", advoga ainda a gestão do espaço.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.