Sporting empata com Tondela na despedida de Alvalade

Sporting empata com Tondela na despedida de Alvalade

 

Lusa/Ao online   Futebol   12 de Mai de 2019, 11:47

O Sporting empatou este sábado a uma bola na receção ao Tondela, em jogo da 33.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, no último jogo dos ‘leões’ em casa esta época, hipotecando o apuramento para a ‘Champions’.

Antes do duplo confronto com o FC Porto, na última jornada, no Estádio do Dragão, e na final da Taça de Portugal, no Jamor, os ‘leões’ entraram melhor, graças ao 20.º golo no campeonato de Bruno Fernandes, logo aos seis minutos.

Contudo, a terceira expulsão do macedónio Ristovski, aos 37, condicionou os lisboetas, que acabaram por sofrer o golo do empate após o canto, num remate do avançado Tomané, aos 67.

Para a equipa de Marcel Keizer, o resultado põe fim àquela que já era a sua melhor série de vitórias no campeonato, nove, e também ao ‘sonho’ de ainda chegar ao segundo lugar, pois o FC Porto ficou a cinco pontos e só há um jogo para disputar.

Do outro lado, este foi um ponto importante para o Tondela, que chegou aos 32 pontos, os mesmos do 15.º colocado, o Desportivo de Chaves, que recebe na última ronda do campeonato.

Num sábado com muitos golos – 21, em quatro jogos -, o Boavista subiu provisoriamente ao nono lugar, ao bater em casa o Sporting de Braga, quarto, no último jogo no Estádio do Bessa, que acabou com uma ‘invasão’ de campo dos adeptos.

Os portuenses estiveram a perder por duas vezes e começaram o jogo praticamente atrás no marcador, por culpa de um remate certeiro de Palhinha, desviado involuntariamente por Ricardo Horta, aos cinco minutos, antes de Obiora empatar, aos 22.

Wilson Eduardo, de penálti, voltou a dar vantagem aos ‘arsenalistas’, que já sabiam antes do apito inicial que iam terminar a liga em quarto lugar, antes da reviravolta do Boavista, por Mateus (43) e num livre direto do espanhol Bueno (49).

Foi o terceiro triunfo consecutivo dos comandados de Lito Vidigal, o melhor registo desde que a equipa voltou à I Liga, chegando aos 41 pontos, enquanto os minhotos têm 64 e sofreram a terceira derrota seguida, a quinta nas últimas sete jornadas.

Antes, Santa Clara e Feirense empataram a quatro bolas nos Açores, com destaque para um ‘hat-trick’ do brasileiro Guilherme Schettine, para os açorianos, aos 43, 58 e 80 minutos.

Mamadu adiantou a equipa da casa, antes de Tiago Silva (30 minutos), de penálti, Mateus Anderson (36), Flávio Ramos (40) e Babanco (70) resgatarem um ponto para o lanterna-vermelha do campeonato, que já está despromovido e tem 17 pontos, depois de 31 rondas sem ganhar.

Por seu lado, o Santa Clara igualou de forma provisória o Rio Ave no sétimo posto, com 42, sendo que os nortenhos só no domingo recebem o líder Benfica.

À mesma hora, o Portimonense bateu o Marítimo em casa por 3-2, num duelo entre duas equipas com a manutenção já assegurada, graças ao nono golo da época do ‘capitão’, o colombiano Jackson Martínez, aos 88 minutos.

Antes, a formação madeirense esteve duas vezes em vantagem, graças a golos do camaronês Joel, aos 26 e 39, este de penálti, antes de os brasileiros Henrique (28) e Dener (62) igualarem.

No domingo, o segundo classificado FC Porto visita o Nacional, pelas 17:30, à procura de passar provisoriamente para a liderança, sendo que se vencer fica com mais um ponto que o Benfica, que visita o Rio Ave pelas 20:00.

Por outro lado, se as ‘águias’ vencerem e os campeões nacionais não conseguirem somar os três pontos, o 37.º título da história dos ‘encarnados’ ficará confirmado a uma jornada do fim.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.