Presidência Portuguesa da União Europeia

Sócrates inaugura exposição sobre Descobrimentos integrada na Europalia


 

Lusa / AO online   Internacional   24 de Out de 2007, 12:52

O primeiro-ministro José Sócrates participa na inauguração oficial da exposição "Encompassing the World" sobre os Descobrimentos Portugueses, no sábado em Bruxelas, anunciou esta quarta-feira a organização do festival cultural Europalia.
A mostra, que abre na sexta-feira ao público, vai estar patente até dia 3 de Fevereiro no Palácio das Belas Artes (Bozar) e insere-se no Europalia.europa, que excepcionalmente nesta edição não é dedicado a um país mas celebra os 50 anos da construção da União Europeia.

Portugal, por presidir este semestre à União Europeia (UE), tem uma participação especial no festival cultural.

    A exposição sobre os Descobrimentos, que tem por subtítulo "Portugal e o Mundo nos séculos XVI e XVII", vem de Washington, onde foi inaugurada pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

No entanto, em Bruxelas os visitantes verão menos peças (160 das 250 que estiveram nos EUA), porque o espaço é menor.

Ainda assim, a organização da Europalia seleccionou as mais representativas do "impacto cultural de Portugal no Mundo", disse à Agência Lusa Leen Daems, uma porta-voz do festival.

 Arte sacra, peças de marfim, mapas e instrumentos de navegação são algumas das peças que integram a exposição que assinala as rotas dos Descobrimentos Portugueses nos séculos XVI e XVII - de África ao Brasil, passando pela China e o Japão e, numa secção contemporânea, lembra aos visitantes qual é a sequela dos Descobrimentos: a globalização, com obras de vários autores entre os quais o português João Pedro Vale "Rodeando o Mundo" (em francês "Autour du Globe") é uma organização do Bozar, no âmbito da presidência portuguesa da UE, que termina a 31 de Dezembro e é a terceira desde que Portugal aderiu, em 1986, à então CEE.

A mostra de obras em bronze, aço e néon tem por título "As vozes nómadas" e teve como ponto de partida um texto do poeta belga Philippe Robert-Jones.

Em Novembro, no dia 5, abre uma exposição na sede da Comissão Europeia, o edifício Berlaymont, uma exposição de fotografia com o tema Lusofonia.

Na ocasião estará presente o presidente da Comissão, José Manuel Durão Barroso, que patrocina o evento organizado pela presidência portuguesa da UE.

A pintora Sónia Aniceto, por seu lado, inaugura a 09 de Novembro a exposição de pintura "La marionnettiste", na galeria Espace Blanche.

Também em Bruxelas, uma exposição de esculturas inéditas de José de Guimarães pode ser visitada no Espaço Europeu para a Escultura, no interior do no parque regional Tournay-Solvay.

Na sede do Conselho Europeu, edifício Justus Lipsius, a obra "Vigoroso e poderoso" de Joana Vasconcelos - dois leões de jardim em cimento, cobertos a crochet negro, instalados na entrada principal do edifício, acolhem os visitantes.

Também da mesma criadora, a foto-montagem "Independent Heart" (Coração Independente), que homenageia a arte portuguesa da filigrana, decora a entrada VIP.

 No interior do edifício podem ser vistas pinturas de Carlos Bunga sobre fotografias do Justus Lipsius feitas por Fernando Guerra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.