PSD/Açores pede ao Governo da República reforço "urgente" de polícias na região

PSD/Açores pede ao Governo da República reforço "urgente" de polícias na região

 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Dez de 2018, 08:50

O PSD/Açores entrega, esta quarta-feira, no parlamento regional um projeto de resolução no qual pede ao Governo da República o "reforço urgente" de agentes da PSP no arquipélago, criticando a postura "indiferente" do executivo face à "segurança dos açorianos".

"O reiterado incumprimento das promessas de reforço do número de agentes na região, por parte deste Governo da República, põe em perigo a segurança das populações. Pela primeira vez, em 40 anos de autonomia, a PSP, devido à falta de agentes, teve de suspender o Programa 'Escola Segura' em Ponta Delgada e pondera o encerramento noturno de várias esquadras na ilha de São Miguel", sinalizou o vice-presidente do PSD/Açores Carlos Ferreira em declarações à agência Lusa.

Para o social-democrata, "nunca um Governo da República foi tão indiferente com a segurança dos açorianos", assinalando que a criminalidade aumentou nos Açores nos últimos dois anos.

"Segundo o Relatório Anual de Segurança Interna, entre 2015 e 2017 registou-se um aumento de 5,3% na criminalidade participada. Assinale-se que 70% da criminalidade na região ocorre na ilha de São Miguel", prosseguiu Carlos Ferreira.

O parlamento dos Açores tem esta semana sessão plenária na cidade da Horta, na ilha do Faial, sendo de esperar que o projeto de resolução do PSD/Açores sobre o dispositivo policial na região seja debatido e votado na quinta-feira.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.