PS critica a "total inércia" da CMPD quanto à loja CTT na Calheta

PS critica a "total inércia" da CMPD quanto à loja CTT na Calheta

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   15 de Jan de 2018, 13:28

O Partido Socialista enviou, esta segunda-feira, um comunicado a este jornal, no qual critica a passividade demonstrada pela Câmara Municipal de Ponta Delgada (CMPD) perante o anúncio do encerramento da estação dos CTT na Calheta, localizada na freguesia de São Pedro.


O mesmo documento - onde o PS aponta ter existido "uma total inércia" e um "alheamento" por parte do executivo camarário em face daquele dossier específico - dá ainda conta de que, na última reunião de Câmara, a vereação socialista apresentou uma proposta de recomendação para que o presidente da CMPD, José Manuel Bolieiro, faça valer, junto da administração dos CTT, a importância daquele balcão, "defendendo a firme discordância no propósito de encerramento da referida loja". 

Como se lê, a iniciativa socialista, que foi aprovada por unanimidade nessa mesma reunião, "propõe também que o autarca, de forma diligente, interceda junto dos CTT, solicitando informação detalhada relativa ao alegado plano de reestruturação e os seus impactos em todo o território do concelho".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.