BE critica "incoerência" do PS quanto ao fecho dos CTT da Calheta

BE critica "incoerência" do PS quanto ao fecho dos CTT da Calheta

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   18 de Jan de 2018, 11:35

O Bloco de Esquerda lamenta que o PS tenha chumbado a proposta apresentada pelo Bloco de Esquerda que pedia ao Governo Regional, suportado pela maioria socialista, que agisse no sentido de evitar o encerramento do balcão dos CTT na Calheta, em Ponta Delgada.



Num comunicado enviado a este jornal, o BE dá conta da convicção de que a posição dos socialistas é definidora da sua "incoerência" e contrastante com a atitude tomada pelos vereadores do PS, que, em reunião da Câmara Municipal de Ponta Delgada, apresentaram uma proposta que recomendava ao presidente da autarquia uma ação determinada contra o encerramento daquela estação de correios.

“Não posso compreender como é que o PS acha que a Câmara Municipal de Ponta Delgada tem o dever de atuar no sentido de impedir o fecho da estação, mas acha que o Governo Regional não tem qualquer responsabilidade e nada pode fazer. É incompreensível”, assinalou o deputado António Lima no debate parlamentar, sendo citado na mesma nota partidária.

O BE recorda que "a proposta do BE, chumbada pelo PS, pretendia ainda que o parlamento se pronunciasse contra o encerramento da lojas dos CTT da Calheta e contra o plano de reestruturação apresentado pelos CTT que irá traduzir-se em despedimentos e degradação do serviço público postal".





Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.