Ponta Delgada cria Rota da Baleação das Capelas para preservar memória coletiva e valorizar potencial turístico

Ponta Delgada cria Rota da Baleação das Capelas para preservar memória coletiva e valorizar potencial turístico

 

AO Online   Regional   10 de Nov de 2019, 00:24

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada iniciou esta sexta feira a criação da Rota da Baleação na Vila das Capelas.

No Bairro dos Baleeiros, o Presidente do município e o presidente da junta de freguesia das Capelas, Rui Sousa, descerraram a primeira placa da Rota da Baleação. Uma iniciativa da autarquia que tem como principal objetivo preservar a memória coletiva, etnográfica cultural e histórica de uma atividade que foi determinante no concelho, ao mesmo tempio que visa valorizar o potencial turístico do património.

Num trabalho conjunto, a Câmara Municipal de Ponta Delgada e a Junta de Freguesia das Capelas, efetuaram a identificação e inventariação de locais, fotografias e elementos de elevada importância na antiga indústria baleeira do concelho e produziram a imagem desta nova rota, que "muito dignifica e valoriza turisticamente a vila das Capelas", como referiu José Manuel Bolieiro.

A ação que agora se inicia será concluída em 2020, nomeadamente através da colocação de 11 painéis informativos colocados em diversos locais de visitação que perfazem a rota e da elaboração de panfletos bilingue (Português e Inglês). A informação sobre a rota será disponibilizada online, através do portal e app do turismo www.visitpontadelgada.pt, estando prevista a colocação de três painéis que retratam a culturalidade, a geodiversidade e a biodiversidade daquela zona, numa parceria desenvolvida com o Geopark Açores.

Para o Presidente da Câmara, a criação da Rota da Baleação na Vila das Capelas "além de valorizar um espaço identitário e patrimonial, preserva a identidade histórica do povo das Capelas e de todo o Município de Ponta Delgada e a importância de uma atividade económica que, em tempos, contribuiu para o sustento de muitas famílias, quer nas Capelas, quer em São Vicente Ferreira, até onde a Câmara pretende estender a Rota da Baleação".

A Rota da Baleação vai estender-se desde as Pias, nas Capelas, até à antiga fábrica da baleia, em São Vicente Ferreira.

Ainda nas Capelas, o Presidente da Câmara inaugurou as obras na Rua do Sertão, representaram um investimento de 200 mil euros e que resultaram do esforço conjunto de várias entidades, nomeadamente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Junta de Freguesia das Capelas, SMAS, EDA, Altice e NOS.

Durante a inauguração, o Presidente José Manuel Bolieiro fez questão de destacar o facto de ter sido possível compatibilizar uma parceria muito frutuosa entre várias instituições, salientando que se tratou de uma reabilitação muito valorizadora para a circulação de pessoas e viaturas, com pavimentos altamente qualificados e para as casas da rua da Vila de Capelas.

José Manuel Bolieiro recordou, entretanto, a atitude de compreensão e cooperação dos moradores, muitos dos quais cederam propriedade destinada a passeios e baías de estacionamento.

O Presidente da Câmara de Ponta Delgada sublinhou que a obra de reabilitação da Rua do Sertão "é mais uma demonstração e evidência do nosso perfil político, que prima pela recuperação e regeneração das existências e a coesão territorial para permitir o conforto e a segurança das pessoas. Valorizamos a qualificação das nossas freguesias com a reabilitação das existências".

Por seu lado, o Presidente da Junta de Freguesia das Capelas destacou "as sinergias que levaram à boa concretização da obra na Rua do Sertão". Uma obra que "orgulha a freguesia".

Sobre a Rota da Baleação, Rui Sousa referiu que a iniciativa vai dar uma maior visibilidade à vila em termos turísticos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.