Somália

Pelo menos 17 civis mortos em confrontos com artilharia em Mogadíscio


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Out de 2009, 11:25

Pelo menos 17 civis morreram e 58 ficaram feridos em trocas de artilharia ocorridas esta quinta-feira  de manhã em Mogadíscio entre rebeldes islamitas e soldados da força de paz da União Africana, segundo fontes hospitalares.
"Posso dizer que são os piores bombardeamentos dos últimos tempos em Mogadíscio. Disparos de artilharia pesada visaram bairros populares, nomeadamente o mercado de Baraka e em Holwadag e Hodan", disse o chefe do serviço de ambulâncias da capital somali.

Os rebeldes começaram por lançar morteiros sobre o aeroporto quando o presidente Sharif Ahmed se preparava para embarcar para o Uganda, onde ia participar numa cimeira internacional sobre refugiados e deslocados, precisou um responsável da polícia, o coronel Ali Abdullai.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.