Taça de Portugal

Operário de fora da Taça de Portugal

Operário de fora da Taça de Portugal

 

LUSA/AO   Futebol   18 de Out de 2008, 17:13

O primodivisionário Estrela da Amadora venceu o Operário, com dois golos de bola parada

O primodivisionário Estrela da Amadora venceu o Operário, da II Divisão, por 2-0, com dois golos de bola parada, em jogo da terceria eliminatória da Taça de Portugal em futebol.
Apesar de o treinador Lito Vidigal ter assumido o favoritismo da equipa da Reboleira, o Estrela sofreu para vencer o Operário, que se mostrou sempre mais lutador, e os golos surgiram, apenas na segunda parte, na sequência de lances de bola parada.
Aos 56 minutos, Fernando Alexandre sofreu falta à entrada da área do Operário e o mesmo jogador marcou o livre, com a bola ainda a embater nas costas de um jogador do Operário e a entrar, inaugurando o marcador.
A equipa da casa sentenciou o encontro 20 minutos mais tarde, aos 76, quando Ndiaye, que entrara ao início da segunda parte, aumentou para 2-0, aproveitando a confusão na área visitante, na sequência de um pontapé de canto.
Até essa altura, o Operário tinha-se superiorizado à equipa da casa, mas sem resultados práticos: o maior tempo de posse de bola pertenceu à equipa dos Açores, mostrando maior entrega nas recuperações, mas revelando-se muito ineficaz para chegar ao golo. Na primeira parte o Estrela apenas criou perigo por Varela, que combinou bem com Celsinho, mas acabou por rematar por cima da baliza de Serrão.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.