Mundial na Praia da Vitória em 2023

Mundial na Praia da Vitória em 2023

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   24 de Set de 2019, 08:30

A fase final do Campeonato Mundial de Trauma e Desencarceramento, vai realizar-se na Praia da Vitória, em 2023.

O anúncio foi feito pela World Rescue Organization, entidade responsável por esta competição, sendo que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória é a principal parceira da organização, “estando, naturalmente, a Câmara Municipal da Praia da Vitória disponível para prestar o apoio necessário a esta organização”, refere o presidente da autarquia, Tibério Dinis, citado em nota de imprensa.


“Para além do orgulho nos bombeiros da Praia da Vitória, pelos resultados obtidos nesta prova Mundial, ao longo dos anos, para além da excelência da prestação de serviços à população, a Praia da Vitória regista com grande satisfação a decisão de organização da fase final do Campeonato Mundial, em 2023”, frisou.


Tibério Dinis destaque que esta “é mais uma organização de grande nível, que vai obrigar a que toda a dinâmica comunitária da cidade e do concelho se envolva nesta organização e que creio é um motivo de orgulho para todos os praienses”, até porque garante “três aspetos fundamentais: a vertente “da promoção turística, pois, desde já e até 2023, todos os bombeiros do mundo já falam da Praia da Vitória, da ilha Terceira e dos Açores; em segundo lugar, por ser uma referência para a cidade receber mais uma organização de carácter mundial, o que demonstra também a qualidade organizativa que se tem neste tipo de eventos na Praia da Vitória; e em terceiro lugar porque confirma a imagem da excelência do trabalho desenvolvido pelos nossos bombeiros, pois a cidade só recebe este Campeonato do Mundo porque tem uma equipa de bombeiros que está sempre no top mundial”.


Saliente-se que o Campeonato do Mundo de Trauma e Desencarceramento 2023 trará à Praia da Vitória as melhores equipas do mundo nestas duas vertentes de socorro e salvamento (estimando-se, a esta distância temporal, cerca de um milhar de pessoas, entre bombeiros e acompanhantes), bem como as melhores tecnologias de socorro disponíveis.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.