Moscovo insiste na preparação rigorosa da cimeira de Lisboa


 

Lusa/AO online   Internacional   30 de Set de 2010, 12:39

A cimeira do Conselho Rússia-NATO poderá celebrar-se se for rigorosamente preparada, declarou esta quinta-feira Dmitri Rogozin, embaixador russo junto da Aliança.
“Para que a cimeira se realize, deve ser precedida de preparativos meticulosos”, disse Rogozin, sublinhando que “à Rússia interessa o conteúdo do novo conceito estratégico da NATO que está a ser discutido à porta fechada nas capitais dos países membros”.

“Desejamos saber o que é que a Aliança propõe à Rússia e se vai respeitar o Conselho de Segurança da ONU”, frisou.

O porta-voz da NATO, James Appathurai, disse anteriormente que os dirigentes dos 28 Estados membros apoiaram a proposta do secretário-geral, Anders Fogh Rasmussen, de organizar uma cimeira do Conselho Rússia-NATO em Lisboa, no próximo dia 20 de Novembro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.