Mais dois sismos sentidos nos Açores

Mais dois sismos sentidos nos Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Nov de 2019, 08:21

Dois sismos foram sentidos na noite de quarta-feira na ilha açoriana do Faial, anunciou o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA).

Segundo o CIVISA, o primeiro sismo foi sentido às 20:41 locais (mais uma hora em Lisboa) e teve magnitude de 3,5 na escala de Richter e epicentro a cerca de 29 quilómetros a oés-noroeste de Capelo.

O sismo foi sentido com intensidade máxima III/IV na escala de Mercalli Modificada na Praia do Norte e Capelo, e com intensidade III nas freguesias de Flamengos e Matriz.

Às 21:34 locais de quarta-feira foi registado um outro sismo, com magnitude 3,1, também com epicentro a cerca de 29 quilómetros a oés-noroeste de Capelo.

Este sismo foi sentido com intensidade máxima III na escala de Mercalli Modificada em Capelo e Feteira.

De acordo com o CIVISA, a atividade sísmica a oeste da ilha do Faial encontra-se ligeiramente acima dos valores normais de referência.

Esta zona está a registar desde domingo “um ligeiro incremento” da atividade sísmica, com todos os eventos “com epicentro no mar”, disse na quarta-feira à Lusa o presidente do CIVISA.

“É uma das muitas zonas sismogénicas do arquipélago e desde o dia 03 de novembro (domingo), sensivelmente desde as 16:00, que se registou um ligeiro incremento da atividade sísmica nesta zona sismogénica, localizada a oeste do Faial, com uma distância entre os 25 e os 35 quilómetros da ilha”, explicou Rui Marques.

O responsável pelo CIVISA esclareceu que estes incrementos "na zona oeste do Faial são cíclicos", salientando que os sismos que têm sido sentidos "têm todos epicentro no mar".

"Este é o terceiro incremento da atividade sísmica neste setor este ano", adiantou ainda.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.