Esta sexta-feira, na Casa da Cultura Carlos César

Lagoa inaugura exposição de homenagem ao Padre João Caetano Flores

Lagoa inaugura exposição de homenagem ao Padre João Caetano Flores

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   25 de Jan de 2019, 12:19

A Câmara Municipal de Lagoa inaugura, esta sexta-feira, pelas 18 horas, uma exposição para assinalar o 20º aniversário da morte do Padre João Caetano Flores, na Casa da Cultura Carlos César.

Embora nascido em São Jorge, o sacerdote João Caetano Flores dedicou toda a sua vida pastoral à freguesia da Ribeira Chã, explica nota da autarquia. “A sua atividade em prol da comunidade excedeu em muito as responsabilidades que lhe foram confiadas enquanto padre, tendo sido o motor de desenvolvimento e elevação cultural da freguesia”.


Nascido a 9 de setembro de 1930, no lugar da Fajã dos Vimes, freguesia da Ribeira Seca, na Calheta, ilha de São Jorge, ingressou no Seminário Episcopal de Angra em 1956 e, no final desse ano, foi para a Ribeira Chã. Comemorou as suas bodas de prata de sacerdócio, a 10 de dezembro de 1981. Permaneceu na Ribeira Chã até à sua morte, a 2 de dezembro de 1998.


A exposição estará patente ao público, na Casa da Cultura Carlos César, na Lagoa, durante dois meses, sendo depois integrada no Núcleo Museológico da Ribeira Chã, criado pelo próprio homenageado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.