Açoriano Oriental
Futuro dos sistemas de energia híbrida esteve em discussão em São Miguel

O Azoris Royal Garden, em Ponta Delgada, acolheu, na passada semana, a oitava edição do International Hybrid Power Plants & Systems Workshop, organizado pela empresa Energynautics, GmbH, com a parceria da empresa local EDA -Electricidade dos Açores, S.A.


Autor: Susete Rodrigues/AO Online

De acordo com nota de imprensa da EDA, os participantes, cerca de 160 de vários países, tiveram a oportunidade de analisar a “aplicação de inúmeras soluções em diversas zonas geográficas e em diferentes ambientes operacionais em termos de desenho das soluções, experiências adquiridas, questões de implementação, modelos de negócios e modos de financiamento”.


Foram vários os temas debatidos no evento, nomeadamente o ponto da situação da Estratégia Açoriana 2030, feito pela diretora regional da Energia, Joana Ferreira Rita; decorreu também uma apresentação sobre a produção de energia elétrica nas nove ilhas dos Açores, realizada por Paulo André, presidente do Conselho de Administração da EDA; foram discutidos os desafios para o setor elétrico do Roteiro para 100% de Energia Renovável nos Açores, por Fernando Henriques, diretor de Inovação e Planeamento Técnico da EDA. Duarte Silva, da empresa Graciólica, apresentou o projeto pioneiro do Sistema de Produção Híbrido da ilha Graciosa.


Na sessão de encerramento foram abordadas as “Soluções para a integração de energias renováveis que permitam uma transição energética segura nas ilhas”, num painel moderado por Paulo André e composto por representantes do NREL, Hitachi, Siemens, Wartsila e Enercon. Foram igualmente debatidas a “necessidade de soluções viáveis para se atingir as metas da descarbonização, a necessidade de esclarecer os decisores políticos e a sociedade em geral sobre os diferentes contextos e realidades locais que dificultam a obtenção de elevadas quotas de produção renovável, a viabilidade de abdicar das formas de produção convencionais com base em combustíveis fósseis, a aplicação de estratégias de controlo inteligentes em sistemas de produção híbridos e na gestão de consumos, e os desenvolvimentos tecnológicos que poderão vir a ter mais impacto a curto e médio prazo”, explica a nota de imprensa.


Os participantes deste evento tiveram ainda a oportunidade de visitar a Central Termoelétrica do Caldeirão, o Sistema de Armazenamento de Energia em Baterias, a Central Geotérmica do Pico Vermelho e a Central Hídrica dos Tambores.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados