Família de Ratko Mladic vai pedir que seja declarado morto


 

Lusa/AO online   Internacional   25 de Mai de 2010, 16:36

A família do antigo chefe militar dos sérvios na Bósnia Ratko Mladic, procurado pela justiça internacional, vai pedir às autoridades judiciais sérvias para declararem que ele está morto, informou esta terça-feira a cadeia televisiva B92.
O procedimento pode ser lançado por um familiar, alegando "um interesse jurídico", indicou um dos advogados da família Mladic, Milos Saljic.

A família Mladic decidiu dar este passo, não só devido ao "congelamento das pensões do general Mladic, mas também ao assédio a que está exposta", explicou o advogado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.