Esperadas 20 mil pessoas no Festival da Povoação deste ano

Esperadas 20 mil pessoas no Festival da Povoação deste ano

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   14 de Ago de 2018, 17:35

A Associação de Juventude do Concelho da Povoação está à espera de cerca de 20 mil pessoas para os três dias de Festival da Povoação by Nissan, que tem o seu inúicio esta quinta-feira, dia 16 de agosto, com Matay.



Em conferência de imprensa, João Paulo Ávila, presidente da Direcção da Associação de Juventude do Concelho da Povoação (AJCP), entidade organizadora do evento, afirmou que “para este ano está a ser preparada mais uma edição que ficará na lembrança de todos. O Concelho da Povoação é o primeiro povoado da ilha de São Miguel e nós queremos manter e afirmar este conceito. É notória a nossa aposta ma temática dos descobrimentos e é este o caminho que queremos continuar a seguir”, refere nota de imprensa.


O Festival da Povoação by Nissan 2018 volta a trazer artistas internacionais, nacionais e regionais, abrindo com o fado junto à igreja de Nossa Senhora do Rosário. Já no palco da festa marcarão presença Matay e Dj Nikon e ainda foi garantida uma surpresa para o final da primeira noite.


Na sexta-feira o palco fica por conta dos HMB e da dupla de DJ Russa Matisse & Sadko, uma dupla de DJ habituada aos melhores palco de festivais de música eletrónica do mundo farão a animação da noite.


No sábado, dia 18, a Povoação terá, "muito provavelmente, o concerto do ano, mais aguardado nos Açores, teremos a artista brasileira Ludmilla, nesta que é a sua primeira vinda aos Açores e segunda a Portugal. E teremos também Will Sparks que, não temos dúvidas, será o melhor concerto de DJ nos Açores deste ano”, afirmou o presidente da Associação de Juventude do Concelho da Povoação.


O fadista Mário Fernandes, Unknown Band, Romeu Bairos & os BILF à Regional, Dirty Drum Beats, João Moniz & The Daydreamers e Diogo Amaral serão os artistas regionais que “nós propomos para este ano. Propomos com orgulho redobrado, já que são, na sua maioria, artistas de grande qualidade que merece ser realçada e valorizada”, adiantou João Paulo.


Noutra frente em termos de campismo, este ano “teremos duas zonas destinadas ao campismo, todas elas com as condições exigíveis para um melhor conforto dos mesmos, oferecendo, para além do habitual, zonas de refeições e pontos para carregamento de telemóveis”, disse João Paulo Ávila, acrescentando que "durante os três dias, para além de atividades desportivas, estamos a preparar um contato entre os festivaleiros e alguns figurantes que representarão o tempo do desembarque. É nosso objetivo que todos percebam porque associamos o Festival aos descobrimentos, porque a nossa mascote é uma maçaroca e porque o nosso slogan é Bom C’mó Milho!”.


Refira-se que o Festival da Povoação está inserido numa plataforma europeia de festivais de música, tendo sido, pelo 2º ano, reconhecido com o selo de qualidade EFFE label. “É uma grande responsabilidade mas também uma grande motivação porque sabemos que assim se alarga a dimensão deste festival e se dá maior destaque a este concelho e esta região. Sempre foi nosso desejo e ambição que este festival fosse, também, um veículo promotor da nossa oferta turística e temos conseguido”, explicou ainda João Paulo Ávila.





Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.