Açoriano Oriental
Covid-19
Espanha ultrapassou os 100.000 infetados e os 9.000 mortos

Espanha registou até esta quarta-feira 102.136 pessoas infetadas com o coronavírus, 7.719 nas últimas 24 horas, e alcançou os 9.053 mortos, com um novo recorde de 864 no último dia, segundo a última atualização das autoridades sanitárias.

Espanha ultrapassou os 100.000 infetados e os 9.000 mortos

Autor: Lusa/AO Online

De acordo com os dados do Ministério da Saúde espanhol desde o início da pandemia, há um total de 102.136 de casos confirmados, dos quais 9.053 morreram e 22.647 tiveram alta e são considerados como curados.

Na totalidade do país já precisaram de ser hospitalizadas 51.418 pessoas e passaram pelas unidades de cuidados intensivos 5.872 doentes.

A região com mais casos positivos de covid-19 é a de Madrid, com 29.840 infetados e 3.865 mortos, seguida pela da Catalunha (19.991 e 1.849), a de Castela-Mancha (7.047 e 774), a de Castela e Leão (6.847 e 585) e a do País Basco (6.838 e 369).

O ministro da Saúde, Salvador Illa, assegurou na terça-feira ao fim do dia que a Espanha estava em fase de estabilização na luta contra a epidemia do coronavírus e anunciou que o objetivo até ao final desta semana era retardar as infeções, ao mesmo tempo que sublinhava que os próximos dias vão ser complicados e duros, com o país "à beira de atingir o pico" da pandemia.

O hospital de campanha instalado na Feira Internacional de Madrid (IFEMA), a região mais atingida pelo coronavírus, começou hoje a receber doentes que precisam de cuidados intensivos e que até agora eram transferidos para outras unidades de saúde.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.