Discurso de Sócrates foi "repetição dos debates quinzenais no Parlamento"


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Out de 2009, 17:45

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou José Sócrates de não perceber que "perdeu a maioria absoluta", considerando que o discurso do chefe do Governo foi "uma repetição dos debates quinzenais no Parlamento".
Numa conferência de imprensa na sede comunista, líder partidário referiu que no discurso de Sócrates, na cerimónia oficial de tomada de posse do novo executivo socialista, "foi clara a tentativa de responsabilizar os outros partidos políticos" pela falta de entendimentos.

"Primeiro impõe as condições, define uma matriz e depois tenta responsabilizar os outros por aceitarem ou não essa política que foi anunciada", afirmou Jerónimo de Sousa.

Para o comunista, o discurso do chefe do Governo foi "uma repetição dos debates quinzenais no Parlamento".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.