Conservatório de Ponta Delgada quer alargar ofertas formativas

Conservatório de Ponta Delgada quer alargar ofertas formativas

 

Lusa/AO online   Regional   31 de Jul de 2019, 16:57

A nova presidente do Conselho Executivo do Conservatório de Ponta Delgada disse que quer alargar as ofertas formativas da instituição e que o Governo Regional dos Açores se mostrou recetivo às suas ideias.

“A questão das novas linguagens, dos novos projetos em termos de cursos, alargar as ofertas formativas do conservatório e as próprias condições do Conservatório" foram algumas das ideias defendidas, disse à Lusa Maria Isabel Albergaria Sousa.

A responsável pelo Conservatório de Ponta Delgada falava à Lusa no final de um encontro com o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro.

Segundo Maria Isabel Albergaria Sousa, que recentemente tomou posse, o objetivo desta audiência foi o de apresentar "os projetos artísticos para o conservatório nos próximos três anos".

Sobre o corpo docente, atualmente em 45 pessoas, nem todas vinculadas a título definitivo, a presidente do Conservatório frisou que "há sempre necessidade de reforço até porque há também uma aposta de novas valências instrumentais".

No que refere à posição do Governo Regional dos Açores sobre a escola, Maria Isabel Albergaria Sousa disse ter sentido "recetividade" de Vasco Cordeiro às suas ideias e lembrou que a instituição que agora tutela "tem colaborado assiduamente com o Governo regional e toda a sociedade".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.